Rodrigo Maia foi alvo de protesto contra a Reforma da Previdência (Foto: Agência Brasil)
rodrigo maia foto agencia brasil

Um grupo de cerca de 40 manifestantes protesta neste domingo (3) contra a reforma da Previdência em frente à residência oficial do presidente da Câmara, Rodrigo Maia (DEM-RJ).

No local, Maia recebe para um jantar o presidente Michel Temer e líderes e parlamentares da base aliada ao governo para discutir a possibilidade de votar o texto que estabelece mudanças nas regras de aposentadoria.

Os manifestantes, ligados à Fasubra Sindical (Federação de Sindicatos dos Trabalhadores das Universidade Brasileiras), carregam faixas com palavras de ordem contra Temer e a reforma e servem uma sopa em marmitas para, segundo eles, contraporem-se ao "banquete" que está sendo servido na casa de Maia.

Temer chegou ao local por volta das 19h30, mas o grupo ainda não havia chegado.

O grupo de manifestantes deixou a porta da casa de Maia pouco depois das 20h. O protesto durou cerca de meia hora.

O governo pretende organizar a base para votar a reforma na Câmara ainda este ano, mas os deputados ainda resistem por considerar o tema impopular às vésperas de um ano eleitoral.

O presidente interino do PSDB, Alberto Goldman, foi convidado para o evento. Os tucanos querem incluir três pontos no texto da reforma que, segundo auxiliares de Temer, esvaziam a medida e diminuem a economia em mais de R$ 100 bilhões.

(FOLHA PRESS)

Leia Mais

Temer diz que delação da JBS prejudicou nova previdência e pede apoio

Contato com a redação:
(62) 9 9820-8895

BUSCA