Reprodução/Internet
casa propria

A maioria dos domicílios brasileiros são casas próprias já quitadas, constatou a Pnad Contínua, pesquisa de abrangência nacional do IBGE, divulgada nesta sexta-feira (23), com dados de 2016. Nas regiões norte e nordeste, o percentual de imóveis próprios é maior. Já no Sul e no Sudeste, imóveis alugados representam parcela alta.

A pesquisa concluiu que 68,2% dos domicílios do país são próprios de algum dos moradores da casa e já quitados. As casas próprias ainda em processo de pagamento representaram 5,9% dos domicílios nacionais. Imóveis alugados são 17,5% dos lares do país, enquanto os cedidos, são 8,2%.

Os dados sobre habitação da Pnad Contínua são novos e não há ainda base de comparação. A amostra da pesquisa é de 166 domicílios nas cinco regiões do país.
Na regiões Norte e Nordeste, é maior o percentual dos domicílios próprios já quitados -75,3% e 74,2% respectivamente. Já no Sul, Sudeste e Centro-Oeste, o percentual é menor -65%, 66,9%, 61,5% respectivamente.

Imóveis de aluguel chegam a 19,7% no Sudeste, 16,7% no Sul e 21,6% no Centro-Oeste; enquanto no Norte são 13,1% e no Nordeste, 14,3%.

Segundo a gerente da Pnad Contínua, Maria Lucia Vieira, o fato de a maioria dos domicílios serem próprios e já quitadas não significa que não haja um deficit habitacional no país. Ela explica que a pesquisa pergunta ao entrevistado a condição da sua residência. A pessoa pode morar em um imóvel que é próprio de algum dos integrantes do domicílio.

"Isso não significa que 68,2% da população tem casa própria. Muitas pessoas moram em casas de parentes, ou mais de uma família mora em uma mesma casa.

Esse é um dado novo que mostra que o país ainda está longe das condições ideais", disse.

Contato com a redação:
(62) 9 9820-8895

BUSCA