Lula foi alvo de ação do MPF (Fotos Públicas)
lula fotos publicas

O MPF (Ministério Público Federal) em Brasília pediu à Justiça Federal o sequestro de R$ 24 milhões em bens do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva e do filho dele, Luís Cláudio Lula da Silva.

A solicitação foi feita por procuradores da Operação Zelotes em ação na qual são acusados de tráfico de influência e organização criminosa em esquema para viabilizar a edição da medida provisória 627, de 2013, que beneficiou montadoras de veículos, e a compra de caças suecos pelo governo brasileiro.

A decisão a respeito será tomada pela 10ª Vara Federal em Brasília. O MPF requer o sequestro de R$ 21,4 milhões de Lula e mais R$ 2,5 milhões do filho.

Na denúncia sobre o caso, apresentada em 2016, Lula e Luís Cláudio são acusados de atuar em conluio com o lobista Mauro Marcondes Machado, que representava a montadora Caoa e a multinacional sueca Saab, produtora dos caças, para favorecer as empresas no governo de Dilma Rousseff.

No pedido, apresentado em 27 de outubro, o MPF sustenta que Lula é o responsável pelos valores recebidos pelo lobista das duas empresas com supostos interesses ilícitos. Também alega que o ex-presidente trabalhou para que Machado repassasse R$ 2,5 milhões a Luís Cláudio.

Os procuradores também pedem que a Justiça amplie o bloqueio de bens de Machado de R$ 11 milhões para R$ 22 milhões.

A Justiça abriu prazo para que as defesas se manifestem é só decidirá a respeito depois disso.

A defesa de Lula informou em nota que o pedido não tem "base jurídica e materialidade".

(FOLHA PRESS)

Contato com a redação:
(62) 9 9820-8895

BUSCA