ramon vasco

Abatido por conta da grave lesão no joelho direito, o lateral esquerdo Ramon concedeu coletiva na manhã desta segunda-feira (30) no Vasco.

Amparado por muletas, o jogador citou Alan Ruschel, lateral da Chapecoense que sobreviveu a um acidente áereo, como inspiração para o seu período de recuperação que deverá durar seis meses.

"Se eu estou passando por isso, é porque aguento. Hoje, não sei o porquê, mas, lá na frente, vou ter essa resposta, se eu mereço passar por isso. Até os caras da Chapecoense, caíram de avião e estão aí, jogando. Eu marquei o Alan Ruschel aqui [no duelo no Rio] e fiquei pensando, não queria nem fazer falta nele. Eu só tenho um problema, que é sério, mas dos males é o menor", disse.

Ramon rompeu parcialmente o ligamento cruzado anterior do joelho direito. O jogador se mostrou focado no tratamento e revelou o pedido para que o elenco obtenha a classificação para a Copa Libertadores.

"Vou voltar bem, tenho certeza disso. Até brinquei com o pessoal: 'Se virem porque eu quero voltar na estreia da Libertadores'. Disso vou tirar alguma lição, crescer de alguma forma. Pela estrutura do Caprres, pelo trabalho que o Alex Evangelista faz, tenho certeza que vou voltar melhor", declarou.

O lado positivo na história foi a preocupação do presidente do clube, Eurico Miranda, em tranquilizá-lo logo após a lesão. O contrato de Ramon se encerra no fim deste ano, mas há uma cláusula de renovação por mais dois.

"No sábado [28], no vestiário, o presidente me procurou para perguntar como eu estava. Eu quero [renovar], o clube quer, tenho total tranquilidade em relação a isso. Ele me disse que nada mudaria, e falou para eu ficar tranquilo", disse. (Folhapress)

Leia mais:

 

 

 

Contato com a redação:
(62) 9 9820-8895

BUSCA