Michel Temer (PMDB). (Foto: Lula Marques)
temer passando mal foto lula marques

O presidente Michel Temer, 77, recebeu alta do Hospital Sírio-Libanês, em São Paulo, pouco depois das 12h desta segunda-feira (30). Ele estava internado desde a noite de sexta (27), quando passou por raspagem na próstata.

Ao deixar o hospital, Temer caminhou normalmente e disse que está tudo bem.

"Agora vou trabalhar de casa", disse. Ele estava acompanhado do médico urologista Miguel Srougi, que trata o presidente.

Segundo a assessoria de Temer, o presidente recebeu recomendação médica de permanecer em repouso por dois dias. Ele deve ficar em sua casa em São Paulo até quarta (1º), quando retorna a Brasília.

Durante a internação, o presidente recebeu as visitas do prefeito de São Paulo, João Doria (PSDB), no sábado (28), e do ministro do STF Gilmar Mendes e o presidente da Fiesp, Paulo Skaf, no domingo (30).

O presidente também recebeu mensagem de apoio dos presidentes da Câmara, Rodrigo Maia (DEM-RJ), e do Senado, Eunício Oliveira (PMDB-CE).

Internação 

A internação de Temer no Hospital Sírio-Libanês foi a continuidade do tratamento iniciado em Brasília, onde o presidente realizou procedimento para desobstruir o canal da uretra na quarta (25) -mesmo dia em que a Câmara barrou a segunda denúncia contra o peemedebista.

O presidente foi internado com um quadro de retenção urinária por hiperplastia benigna da próstata (crescimento do órgão), que obstruiu a uretra.

No domingo (29), já com melhora no quadro de saúde, Temer retirou uma sonda vesical, cuja função era retirar urina da bexiga.

No início de outubro, Temer foi diagnosticado com uma obstrução parcial de um artéria coronária, e um cateterismo não está descartado. Não há relação entre as duas condições. (Folhapress)

Leia mais:

 

 

 

Contato com a redação:
(62) 9 9820-8895

BUSCA