Manifestantes fecharam uma das pistas da avenida Paulista em frente ao escritório da Presidência da República, na tarde desta quarta-feira (25), pedindo a saída de Michel Temer.

Por volta das 16h30, a via estava bloqueada no sentido Paraíso, entre as ruas Haddock Lobo e Augusta.

O ato tem a participação de integrantes de movimentos como MTST (Movimento dos Trabalhadores sem Teto) e CUT (Central Única dos Trabalhadores) e de partidos como o PCdoB. Eles agitam bandeiras e gritam expressões contra o presidente.

"Estamos aqui para denunciar o acordão para salvar Temer", disse a principal liderança do MTST, Guilherme Boulos.

A ideia, segundo ele, é acompanhar a votação na Câmara até o fim. Uma TV foi instalada em frente ao prédio e transmite a sessão. Cerca de 20 policiais militares bloqueiam a entrada do edifício onde fica a representação da Presidência.

Leia mais:

 

 

 

Contato com a redação:
(62) 9 9820-8895

BUSCA