temer microfone facebook

O Plenário da Câmara dos Deputados votará o pedido de autorização para processar o presidente Michel Temer (PMDB) e os ministros Eliseu Padilha, da Casa Civil, e Moreira Franco, da Secretaria-Geral, nesta quarta-feira (25). O pedido foi feito pelo Supremo Tribunal Federal (STF).

Os deputados federais da Comissão de Constituição e Justiça e Cidadania (CCJ) começarão o debate contrário à autorização a partir das 9h. O relatório do deputado Bonifácio de Andrada (PSDB), que prevê a inadmissibilidade da denúncia, foi aprovado na Comissão por 39 votos contra 26.

A denúncia, proposta pela Procuradoria-Geral da República (PGR), acusa Michel Temer e os dois ministros de formação de quadrilha e obstrução e Justiça. A intenção dos acusados, segundo a denúncia, era arrecadar propinas no valor de aproximadamente R$ 587 milhões. No entanto, o Palácio do Planalto nega todas as acusações.

A denúncia envolve pessoas que não têm foro privilegiado. São eles os ex-deputados Eduardo Cunha, Geddel Vieira Lima, Henrique Eduardo Alves e Rodrigo da Rocha Loura, além do empresário Joesley Batista e o executivo Ricardo Saud.

A autorização da denúncia será concedida se receber o voto de dois terços do total de deputados ou de pelo menos 342 parlamentares que se manifestarem contra ao relatório de Bonifácio de Andrada.

Com informações da Agência Câmara

Leia mais:

 

 

 

Contato com a redação:
(62) 9 9820-8895

BUSCA