Ministro do STF Gilmar Mendes
gilmar mendes 18

Membro da força-tarefa da Operação Lava Jato, o procurador Carlos Fernando dos Santos Lima afirmou nesta terça (22) que o ministro do STF Gilmar Mendes tem "evidentes ligações" com o empresário Jacob Barata Filho, investigado por suspeita de corrupção no Rio.

"São ligações que Gilmar e seus familiares têm, objetiva e subjetivamente, com o empresário que foi preso", afirmou, em entrevista coletiva.

O ministro foi padrinho de casamento da filha de Barata Filho, conhecido como "rei do ônibus", em 2013 -o noivo era sobrinho da mulher de Gilmar.

Na semana passada, o magistrado concedeu habeas corpus a Barata Filho, preso em desdobramento da Lava Jato. Pouco depois, o juiz federal Marcelo Bretas determinou nova prisão preventiva contra ele. Na sexta (18), o ministro deu nova decisão e soltou Barata Filho.

Depois da sucessão de habeas corpus, a Procuradoria-Geral da República pediu a suspeição do ministro Gilmar Mendes nesse caso, nesta segunda (21).

Segundo Lima, a força-tarefa da Lava Jato no Paraná apoia o pedido, que vê como a decisão "mais acertada".

A suspeição ainda não foi julgada pela presidente do STF, ministra Cármen Lúcia. (Folhapress)

Leia mais:

 

 

 

 

 

Contato com a redação:
(62) 99625-9856

BUSCA