Foi publicado nesta segunda-feira (20) no Diário Oficial da União (DOU) a exoneração dos superintendentes federais de Agricultura, Pecuária e Abastecimento do Paraná, Gil Bueno de Magalhães, e de Goiás, Júlio César Carneiro.

Gil Bueno e Júlio César estão envolvido na Operação Carne Fraca, deflagrada pela Polícia Federal na última sexta-feira (17), que investiga o pagamento de propina por frigoríficos a fiscais públicos para obtenção de licenças sanitárias irregulares.

As portarias foram assinadas pelo secretário executivo do Ministério da Agricultura, Eumar Novacki. Outras portarias também foram publicadas com a exoneração de servidores federais que exerciam funções gratificadas pelo Ministério da Agricultura no Paraná, em Goiás e em Minas Gerias.

Outros 33 servidores foram exonerados ainda na sexta-feira. Novos servidores ainda devem ser dispensados pelo Ministério da Agricultura. As informações são da IstoéDinheiro.

Leia mais:

 

 

 

Contato com a redação:
(62) 9 9820-8895

BUSCA