logomarcadiariodegoias2017

oswaldo loureiro reproducao revista veja

 

Morreu neste sábado (3) o ator Oswaldo Loureiro, aos 85 anos, em consequência de uma parada cardíaca no Hospital São Luiz do Morumbi. A informação foi confirmada pela filha do ator, Claudia Loureiro de Brito. "Ele morreu em paz", disse ela.

Afastado desde 2011 de atividades artísticas, o ator tinha Alzheimer.

Loureiro deu vida a 20 personagens em novelas, a última que participou foi "A Lua Me Disse" (2005) da Rede Globo, quando interpretou o deputado Boaventura sob direção de Rogéiro Gomes.

O ator participou de mais de 140 peças de teatro. A sua estreia foi na peça "Vestido de Noiva", obra de Nelson Rodrigues. Além disso, Loureiro deu vida a importantes personagens da dramaturgia brasileira como Papa Highirte, Cristal, Paco e Creonte.

No cinema desde 1944 com o longa "Brasileiro João de Souza", ele apareceu em filmes como "Bonitinha mas Ordinária" (1981), "Sexo Frágil" (1986) e "Sonho de Verão" (1990).

Loureiro também atuou como diretor, como no programa Os Trapalhões entre 1982 e 1983.

Engajado na luta sindical em pró do reconhecimento da profissão de ator e em defesa da liberdade de expressão, ele foi presidente do Sindicato dos Artistas do Rio de Janeiro por nove anos durante a década de 1980.

O corpo do ator será cremado às 17h neste sábado (3) no cemitério Jardim da Colina em São Bernardo do Campo. Ele deixa filhos e netos.

(FOLHA PRESS)

Sugestões e críticas, mande um Zap para a Redação

whatsapp 512

62 9 9820-8895

SEARCH