vassil 2017

Colunista

Vassil Oliveira

 

ronaldo caiado encontro entornoA frente ‘Unidos para Mudar Goiás’ reuniu neste sábado (23/09) em Cidade Ocidental, no Entorno do Distrito Federal, 28 municípios de Goiás representados por 32 presidentes de partidos (estaduais e municipais), deputados, suplentes de senador, prefeito e vice-prefeitos, ex-candidatos e mais de 40 vereadores. Todos unânimes em criticar o abandono da região por parte do atual governo e a necessidade de buscar um novo nome que devolva a dignidade aos moradores.

A informação é da assessoria do senador Ronaldo Caiado, um dos dois pré-candidatos da oposição ao governo de Goiás. O outro é o deputado federal Daniel Vilela, que também liderou evento neste sábado.

Leia mais:

- PMDB destaca “diferenciais competitivos” para reforçar candidatura de Daniel Vilela

Informa ainda a assessoria de Caiado: Além das 11 legendas que estiveram juntas nos encontros de Morrinhos e Jaraguá – PEN, PMN, PTC, PRTB, PRP, PPL, PSDC, PHS, PV, PMDB e DEM -, juntaram-se também representantes de siglas da base como PRB, PR, Pros e Podemos sob a justificativa de que atendem os anseios de seus eleitores por mudanças para Goiás.

Aniversariante de segunda-feira, Caiado foi homenageado com “um coro de parabéns”. Em resposta, ele defendeu a unidade oposicionista:

“Saberemos estabelecer critérios para definir o nome da oposição, com muita tranquilidade. O que for escolhido vamos acatar. Não imponho minha candidatura. Vamos estabelecer critérios que vão desde pesquisas qualitativas e quantitativas até a capacidade de aglutinação”, falou o senador.

Ernesto Roller, prefeito de Formosa e do PMDB, “fez questão de estar presente”, ressaltou a assessoria. E defendeu a necessidade de o Entorno ajudar a eleger quem tenha compromisso verdadeiro com a região. “O Entorno não quer mais esmolas. Os moradores querem dignidade e políticas públicas de caráter permanente”, disse Roller.

Também peemedebista, o vereador Marcos Maia (Cidade Ocidental), um dos organizadores do evento, afirmou que Ronaldo Caiado é a esperança para que Goiás volte ao trilho do desenvolvimento.

Outro a elogiar Caiado foi o deputado estadual Major Araújo, que é do PRP: “É muito comum ouvir até de representantes de partido da base do governador que Ronaldo Caiado é o nome certo para mudar Goiás. Ninguém aguenta mais a omissão do Estado e o método que o governo usa para corromper as pessoas.”


O deputado federal Delegado Waldir fez uma previsão: “Pode ter certeza que todo mundo virá para cá (para a oposição). É isso que estamos vendo.”

O governo atual, de Marconi Perillo e do pré-candidato dele, o vice José Eliton (ambos PSDB), foi alvo constante.

Ronaldo Caiado:

“Esse sentimento (de que a população não suporta mais conviver com governos corruptos, trazido pela Operação Lava Jato) vai persistir em 2018. Você estão satisfeito com esses 20 anos de governo? (a resposta da plateia: ‘não’)”.

Ernesto Roller:

“Ele mudou até o nome para se tornar conhecido. Ronaldo Caiado, por outro lado, tem um dos nomes mais conhecidos do País. Todos sabem de onde vem, para onde vai e qual a sua postura.”

A referência de Roller é ao fato de o marketing do José Eliton estar adotando agora ‘Zé Eliton’. Segundo o prefeito... a máquina do governo estadual trabalha fortemente com a propaganda para promover o que ele chamou de “candidato de proveta”.

José Eliton também fez evento de campanha neste sábado.

Leia mais:

- Eliton vai a Aparecida e dá o seu recado: "Não há espaço para o ódio. Nós trabalhamos para fazer o bem" 

Delegado Waldir:

“Isso (todo mundo na oposição) acontece porque o governo atual é campeão no País em obras inacabadas. Só faz propaganda enganosa. O Goiás na Frente devia se chamar Goiás na Frente da Corrupção. Não tem dinheiro para UTI mas sobra dinheiro para shows.”

Eládio Carneiro (presidente do PMDB de Luziânia e segundo suplente do senador):

“Como vamos combater a criminalidade aqui se Novo Gama, por exemplo, tem apenas 100 policiais – a mesma quantidade que atende a segurança pessoal do governador?”; “Estamos lutando por uma convergência de forças que provoque mudanças aqui na região. Confiamos no senhor, senador.”


Ainda sobre a unidade das oposições, falaram:

- o presidente do PPL, José Netho: “A oposição tem mostrado garra e força. Todos sabem que o projeto do atual governo está falido. Começamos com oito partidos e agora já somos 11. A oposição está fortalecida.”


- o presidente do PMN, Eduardo Macedo: “Essa frente de oposição) não surgiu do dia para a noite. Através dela faremos o próximo governador de Goiás.”

Entre os presentes, o suplente de senador Luiz Carlos do Carmo (PMDB), o presidente estadual do PTC, Fernando Meirelles, o vereador de Goiânia Juarez Lopes (PRTB), o presidente do PEN de Goiânia, Claudivino, e o presidente do PSDC, Alexandre Magalhães.

 

Leia também:

- A unidade da oposição em Goiás na teoria e na prática

Em Aparecida, Marconi e Eliton acenam ao PMDB, Maguito é todo ouvidos e Caiado vira alvo comum

Leia mais sobre:

Contato com a redação:
(62) 9 9820-8895

BUSCA