vassil 2017

Colunista

Vassil Oliveira

 

lucio flavio diz que gestao de enil e a pior da historia da oab goA OAB vai direcionar às subseções, este ano e no ano que vem, o dinheiro que ia para o seu clube social, o CEL, que fica em Goiânia.

Esta é a solução anunciada na terça-feira pelo presidente da OAB, Lúcio Flávio, que resolve um dilema - ou dois problemas: como investir no CEL e ao mesmo tempo atender às seccionais no interior, sem que isso pese mais no bolso do associado.

Solução criativa para tempos difíceis.

O CEL sempre representou despesa alta para a entidade. E, no fim das contas, atende essencialmente aos advogados da capital.

Na outra ponta, as subseções clamam por atenção e recursos.

Com a saída encontrada por Lúcio, metade do dinheiro economizado irá diretamente para onde estão os advogados do interior.

E o CEL terá potencial de ganho, e não perda.

Sob gestão da CASAG, o clube poderá receber as melhorias que os frequentadores cobram.

É o objetivo, é o que se espera.

Mais do que criatividade, Lúcio Flávio mostra que acordou para dois aspectos:

precisa cumprir os compromissos de campanha... ...e mostrar resultados de sua gestão, em vez de deixar-se desconstruir pelos adversários - e pelo 'fogo amigo', como já anotado aqui.

Leia mais:

- Fogo amigo na OAB - e o inimigo à espreita

Lúcio Flávio mostra, aos poucos, que está no jogo da campanha que, independente dele querer ou não - e de admitir -, corre acelerada na OAB.

2018 começou mais cedo não só para a disputa pela Presidência da República e pelo governo do Estado.

Entre os advogados, o assunto predominante dos bastidores é a eleição na entidade.

Tudo gira em torno da sucessão. Elogios ou críticas, todos os movimentos apontam para as urnas.

Não dá pra perder o foco. Porque é correr o risco de perder a eleição.

O que a oposição entendeu faz tempo, parece que agora Lúcio Flávio também entendeu. E está agindo.

BUSCA