vassil 2017

Colunista

Vassil Oliveira

 

daniel vilela e jose nelto

Para contrapor o discurso governista de grandes investimentos no interior, R$ 1 milhão para mais em cada canto...

...a oposição prega o contrário: os municípios padecem com a falta de recursos e atenção do Estado. Garante: isso vai mudar.

“Diorama não recebe benefício nenhum há muitos anos”, reclamou o presidente do PMDB do município, Clésio Garcia, durante encontro do partido sábado, em São Luís de Montes Belos.

Mais um encontro, na agenda municipalista comandada pelo presidente peemedebista e pré-candidato a governador Daniel Vilela, que também bate duro no governador Marconi Perillo (PSDB) e no atual governo.

"Sem apoio do governo, contamos com Daniel e os deputados do PMDB para trazer benefícios aqui, com emendas. Se já conseguem isto agora, imagina então quando estiverem governando!", argumentou no mesmo evento a prefeita de Doverlândia, Zildinha Machado.

“Olha a que ponto chegamos. Quer dizer que ser um governo municipalista é distribuir jogo de uniforme?”, disse recentemente o deputado, ao comentar a notícia de que o governo estava entregando bolas de futebol e uniformes para prefeitos.

O xis da questão, na mensagem de Daniel: “Resolver saúde, segurança e educação não querem, não.”

Quem mais sobre o tom na oposição hoje, porém, é o deputado estadual José Nelto.

“Não bastasse o rombo que o governo estadual deixou na Celg de R$ 6 bilhões. Agora, o governo quer usar parte do dinheiro da venda da estatal em propaganda de pacote de investimentos do Estado até 2018. Palhaçada!”, já bateu.

É por aí que o PMDB vai.

Batendo na desatenção aos municípios e oferecendo renovação no poder.

Contato com a redação:
(62) 99625-9856

BUSCA