vassil 2017

Colunista

Vassil Oliveira

 

marconi perillo vilmar rocha dia mundial da agua foto divulgacao

O dia amanheceu com uma informação que mostra o PSD de Vilmar Rocha procurando desviar-se de uma bala perdida em meio aos mais recentes acontecimentos políticos de Goiás.

Deu na coluna Giro, de O Popular, assinada pelo jornalista Jarbas Rodrigues:

"A cúpula do PSD atribui apenas ao PSB da senadora Lúcia Vânia as críticas do governador Marconi, na sexta-feira, quando o tucano disse que votará em Jose Eliton (PSDB) e Wilder Morais (PP)."

Marconi falou isso durante evento do PP, com recados adicionais a aliados impertinentes - entre os quais, Vilmar, que andou dizendo que seu partido pode lançar candidato ao governo e que ele não abre mão de disputar o Senado.

Foi o que todos, na base governista e na oposição, entenderam. E foi, sim, o sentido da mensagem, segundo fiéis marconistas.

Leia mais: Com discurso cheio de elogios a Wilder Morais, Marconi Perillo coloca senador do PP no jogo da base para o Senado

O PSD entendeu diferente: que era melhor não passar recibo.

Primeiro, foi o deputado federal Thiago Peixoto que tentou minimizar o fato, colocando o evento do PP na conta de um processo natural em que tudo pode acontecer mesmo. Sendo assim, por que o PSD se sentiria ofendido?

Nesta quarta, Vilmar deu um passo à frente. No lastro da nota, tratou de dar destaque a uma foto em que ele e Marconi estão juntos e sorridentes, ao estilo "somos os melhores amigo do mundo e para sempre".

Detalhe: quem divulgou a foto? O próprio governador.

thiago peixoto candidatura vilmarThiago Peixoto "tuitou", em tom de comemoração:

"Depois dessa foto de hoje fico à vontade para declarar voto aos meus dois pré-candidatos ao Senado em 2018 @marconiperillo @vilmar_rocha"

E isso acontece bem no dia em que Maguito Vilela, em longa entrevista ao DG, ressalta que o seu PMDB está conversando com partidos da base do governador para possível aliança ano que vem. Qual o partido mais citado por ele? O PSD.

Leia mais:

Maguito define: Daniel Vilela governador e Henrique Meirelles presidente

O que dizer a mais? Nada. O que pensar? Muito.

O jogo da sucessão fica cada dia mais emocionante.

Leia mais sobre:

Contato com a redação:
(62) 99625-9856

BUSCA