samuel

Colunista

Samuel Straioto

 

Prefeito declara que licitação do BRT não é de responsabilidade dele (Foto: Jackson Rodrigues- Prefeitura de Goiânia)
iris brt

O prefeito de Goiânia, Iris Rezende (PMDB), tem sido constantemente questionado sobre a retomada das obras do corredor de transporte BRT Norte Sul. As ações estão paralisadas devido à suspeita de sobrepreço de alguns itens. Iris declarou que a licitação não foi de responsabilidade dele, pois o processo foi feito na gestão anterior. O peemedebista declarou que no momento não vê motivos para manter as obras paralisadas. Iris disse que não é político de levar as coisas de barriga.

Iris disse que assim que assumiu a prefeitura as obras do BRT estavam paralisadas por conta da falta de contrapartidas do Município na execução do projeto. O prefeito argumentou que houve bastante dificuldade, mas que conseguiu a época pagar R$ 5 milhões para que as obras fossem retomadas. Assim que as ações voltaram a ser executadas, houve nova paralisação devido a suspeitas de sobrepreço em alguns itens. O projeto está em análise no Tribunal de Contas da União, pois a obra do BRT tem recursos federais.

Iris ao responder questionamentos de opositores declarou que não é político de “levar as coisas com a barriga”. O prefeito disse que tem responsabilidade.

“Depois que reiniciamos a obra, a Caixa Econômica suspendeu de novo, por um parecer lá do TCU que levantava itens lá da licitação. Estamos mostrando que não tem como hoje paralisar essa obra e que aquele item levantado lá naquele parecer não procede. Porque se um item com sobrepreço causou estranheza e os outros 10, 11 itens que estavam muito abaixo. E não foi na minha administração que houve a licitação e a empresa ganhou com uma diferença de mais de 30% das suas concorrentes. Não tem que ficar questionando pequenas coisas numa obra como este porte. A prefeitura está preocupada e fazendo tudo o que pode para dar continuidade. Se existe na minha vida uma qualidade como administrador é responsabilidade. Eu nunca levei as coisas de barriga, nunca. Quando me dispus a ser candidato a prefeito, eu me dispus para salvar esta cidade que estava se desmoronando”, declarou.

Contato com a redação:
(62) 9 9820-8895

BUSCA