logomarcadiariodegoias2017

new yearConvivemos muito com essa frase no período de final de ano: Ano novo, vida nova e acredito que precisamos mais que essa frase em si, esta afirmação precisa se tornar uma ação, precisa infiltrar nossa mente, nossos pensamentos e estes serem externados em objetivos e no decorrer dos dias virarem ações concretas.

Hoje li em um texto onde dizia que um ano novo é muito pouco, precisamos de alma nova, eu complemento que precisamos de uma alma e de ações novas. Em toda virada de ano se reflete muito sobre os sonhos, projetos, mudanças, listas de desejos do que queremos para o ano, porém depois que ele vira, passa a primeira semana de janeiro, ou as férias esses sentimentos se tornam frustrações porque os dias passam e a vida continua igual e porquê?

Por que quem precisa mudar não é o ano e sim nós mesmos, ou ao menos a forma de enxergarmos as coisas e de agirmos diante delas.

O seu 2018 será novo, será diferente se você empresário (a), por exemplo se matricular naquele curso tão sonhado, naquela reciclagem tão desejada; ou se realizar aquele planejamento que só está em sua mente ou no papel.

Para você, será novo se tornar concreto suas idas à academia com frequência, ou fazer sua atividade física em casa mesmo, se conseguir poupar os R$50,00 reais por mês da lista de final de ano, se for à igreja com mais frequência como desejado e anotado, se manter seu guarda roupa arrumado, se fizer aquela viagem e por aí vai ...

A possível pergunta é: como conseguir realizar tudo isto?

Conseguirás tendo atitudes contrárias ao passado, esse é o remédio para a correção.

As ferramentas que sugiro e que podem te auxiliar a gerar essas atitudes contrárias são:

1º - Escolha um (a) "My Best Friend" aquele (a) amigo (a) que você pode contar e que não te fala só o que você quer ouvir; que passa a mão na cabeça mas quando é preciso fala umas verdades verdadeiras e bem duras, um choque de realidade. E detalhe que tenha contato com você durante todo o ano.

2º - Escreva, deixe suas metas por exemplo em um cartaz e que você compartilhe-o com seu "Best Friend" e com uma pessoa que você ama e que seja bem exigente, para não dizer chato (a) e que se você vacilar ele (a) vai te sinalizar ou cobrar na "cara dura", mesmo que na hora seu desejo seja enforca-lo (a) mais depois de esfriar a cabeça você reconheça que ele (a) tem razão.

3º - Se seu orçamento permitir não tenho dúvida em sugerir que você viva o processo de coaching como cliente (coachee), porque você está buscando resultados diferentes de antes, e o método que contribui para o alcance de resultados é ele, mas reforço o processo não é milagre, não é "Nissin Miojo" ou seja, instantâneo é ação com avaliações e melhoria continua, logo se você não se propor a fazê-lo não terá resultados diferentes.

A vida passa depressa, e precisamos de uma "determinação determinada" como li no texto que mencionei acima.

Nada mudará, se você não mudar, se você não se propor a fazer diferente ou a fazer o que pensou ou escreveu, papel não cumpre metas, não realiza sonhos e nem melhora seu interior mas você sim.

Espero ter agregado!

Até a próxima, boas práticas e feliz ano diferente!

Rafaella Bessa.

Sugestões e críticas, mande um Zap para a Redação

whatsapp 512

62 9 9820-8895

SEARCH