charlie2

A pauta do esporte

Blog do Charlie Pereira

 

negativa As dificuldades relatadas pelo diretor de futebol do Goiás, Osmar Lucindo e reforçada pelo presidente Sérgio Rassi para contratação de jogadores de alto nível são muitas. O Verdão vem recebendo não constantemente, tanto dos clubes como também dos próprios jogadores.

Os atletas que encabeçam a lista esmeraldina pertecem as equipes da elite do futebol nacional e mesmo longe de serem aproveitados, olham a segundona como um passo atrás na carreira. Em três tentativas o Goiás Esporte Clube ouviu negativas.

Não para possibilidade de contratação do atacante Marcelo Cirino.

Não do zagueiro Vílson que defende o Corinthians.

Não do Grêmio que não aceitou liberar Fernadinho.

Receber um não quando na verdade você precisa de um sim é frustrante, porém não pode servir como desculpas para desistir. Por isso os dirigentes precisam insistir e não se entregar como foi feito na hora da contratação de técnico.

Se não deu certo com Marcelo Oliveira e Levir Culpi, o time abriu mão de seguir atrás de um técnico de ponta e fez a opção por trazer um profissional bem distante do esperado.

As contratações feitas para disputa do Campeonato Brasileiro da Série B são um pouco desse retrato que não agrada o torcedor.

Michael (atacante do Goianésia), Elyeser (volante do Caxias), Tony (lateral do Mirassol) e Bruno Aguiar (zagueiro que estava no Qatar) – não são nem de perto os jogadores aguardados e que o Goiás precisa para voltar a ser um time da Série A.

Contato com a redação:
(62) 99625-9856

BUSCA