altair

Extinção de cargos comissionados e de secretarias no governo Marconi

Escrito por Altair Tavares - Publicado em .

O governador Marconi Perillo (PSDB) declarou em entrevista ao Jornal O Popular, veiculada no domingo, 23, que vai mexer na estrutura de cargos e de órgãos dos governo de Goiás.

VEJA:

"Eu já tomei uma decisão que é, primeiro, exonerar todos os secretários e auxiliares que serão candidatos em 2014 no dia 31 de dezembro. Essa decisão está tomada e é irreversível. Segundo, farei uma minirreforma administrativa no final do ano, extinguindo algumas secretarias, alguns órgãos, fazendo algumas junções. Estou ainda concluindo esse estudo, mas vou fazer. Talvez encaminhe nos próximos dias à Assembleia o projeto de reforma para vigorar a partir de 1º de janeiro. E nesse projeto também haverá a extinção de cargos comissionados, em lei. Essas três decisões já estão tomadas. Nos próximos dias, darei publicidade enviando as matérias à Assembleia. Estou analisando quantos cargos serão extintos. Estou analisando o que é essencial. Espero surpreender a sociedade com uma extinção até maior. Não sei se vou conseguir".

Ao dizer que vai extinguir secretarias e extinguir cargos comissionados, o governador deixa muita gente de orelha em pé.

A promessa de demitir 2.500 comissionados, desde o início do ano, ainda não vingou. E Goiás continua figurando entre os estados brasileiros com maior índice de comissionados.
Será que, com a nova medida, esta realidade vai mudar?
Vamos observar e analisar.