(Foto: Reprodução/Instagram)
ancora nbc matt lauer foto reporducao instagram

A emissora americana NBC demitiu nesta quarta-feira (29) o âncora Matt Lauer após receber de uma colega dele uma denúncia de assédio sexual.

O presidente da NBC News, Andrew Lack, afirmou que a alegação sobre Lauer, recebida na noite de segunda-feira (27), "representou, após séria avaliação, uma clara violação dos padrões de comportamento em nossa empresa. Como resultado, decidimos encerrar o emprego dele".

"Ao mesmo tempo em que esta é a primeira queixa sobre o comportamento dele em mais de 20 anos de NBC News, também temos razões para acreditar que este pode não ter sido um incidente isolado", disse Lack. Ele não revelou qual colega fez a denúncia.

Lauer, 59, era apresentador do programa matutino "Today", que segundo a NBC, atinge cerca de 4 milhões de telespectadores por dia. Procurado pela Reuters, o agente dele não respondeu a um pedido de comentário.

O âncora é o segundo da TV americana a ser demitido recentemente após uma denúncia de assédio sexual.

No último dia 21, Charlie Rose, 75, teve seu contrato com a CBS encerrado pela emissora. Ele foi denunciado por colegas e ex-estagiárias por ter apalpado as pernas delas, entre outros episódios de assédio.

As denúncias engrossam uma avalanche de casos de assédio sexual relatados recentemente, que já atingiu políticos, o produtor de Hollywood Harvey Weinstein, âncoras e comentaristas da NBC e NPR (National Public Radio) e o ator Kevin Spacey (o Frank Underwood da série "House of Cards"), entre outros, e se espalhou entre a sociedade americana por meio da hashtag #MeToo -"Eu também".

 Leia mais:

 

 

 

 

 

Contato com a redação:
(62) 9 9820-8895

BUSCA