(Foto: Reprodução/ Instagram)
bruno giovanna e titi ewbank

A atriz e apresentadora Giovanna Ewbank, 31, falou publicamente pela primeira vez após sua filha Titi, 4, ser atacada na internet com ofensas racistas.

"Queremos agradecer por todas as mensagens e formas de carinho que recebemos nesses últimos dias. Estamos fortes e determinados em seguir fazendo o que é certo e buscar justiça. Não foi a primeira vez que passamos por isso, certamente não será a última, e sabemos que como a nossa filha, milhares de outras pessoas são vítimas de agressões e preconceitos diariamente nesse país", disse nesta terça (28), em publicação no Instagram.

No domingo (26), uma mulher que se diz socialite e se apresenta nas redes sociais como Day McCarthy publicou um vídeo no qual chama Titi de "macaca com cabelo de bico de palha".

Após o ocorrido, Bruno Gagliasso, 35, marido de Giovanna e pai de Titi, prestou queixa contra McCarthy, que é brasileira, mas supostamente mora nos EUA, na DRCI (Delegacia de Repressão a Crimes de Informática) do Rio de Janeiro.

"O inquérito já foi aberto. Essa pessoa vai ser chamada para prestar depoimento. Apesar de parecer que ela está fora do Brasil, a lei penal é aplicada a ela mesmo assim. Ela responde por todos os crimes cometidos contra a filha de Gagliasso", disse a delegada Daniela Terra em entrevista a jornalistas.

Desde que o caso veio à publico, famosos começaram uma onda de apoio a Titi, Giovanna e Bruno nas redes sociais. (Folhapress)

Leia mais:

 

 

 

Contato com a redação:
(62) 9 9820-8895

BUSCA