selena transplante

A cantora Selena Gomez, 25, surpreendeu os fãs nesta quinta-feira (14) ao postar uma foto em sua conta no Instagram em uma cama de um hospital. Ela explicou aos fãs que estava "sumida" porque descobriu que precisava fazer um transplante de rim devido ao lúpus, doença que foi diagnosticada em 2015. 

"Descobri que precisava fazer um transplante de rim devido ao Lúpus e eu estava em recuperação. Isso é algo que eu precisava fazer por minha saúde. Honestamente, estava ansiosa em dividir isso com vocês, minha jornada por vários meses, como sempre quis fazer isso com vocês", afirmou Selena. 

I’m very aware some of my fans had noticed I was laying low for part of the summer and questioning why I wasn’t promoting my new music, which I was extremely proud of. So I found out I needed to get a kidney transplant due to my Lupus and was recovering. It was what I needed to do for my overall health. I honestly look forward to sharing with you, soon my journey through these past several months as I have always wanted to do with you. Until then I want to publicly thank my family and incredible team of doctors for everything they have done for me prior to and post-surgery. And finally, there aren’t words to describe how I can possibly thank my beautiful friend Francia Raisa. She gave me the ultimate gift and sacrifice by donating her kidney to me. I am incredibly blessed. I love you so much sis. Lupus continues to be very misunderstood but progress is being made. For more information regarding Lupus please go to the Lupus Research Alliance website: www.lupusresearch.org/ -by grace through faith

Uma publicação compartilhada por Selena Gomez (@selenagomez) em

A cantora fez diversos agradecimentos, principalmente, à amiga Francia Raísa, que lhe deu um rim para fazer seu transplante. Ela também agradeceu o atendimento da equipe médica e à família.

''Palavras não podem descrever a minha gratidão pela minha amiga Francia Raisa. Ela me deu um presente, doando seu rim para mim. Eu sou incrivelmente abençoada. Eu te amo muito irmã. O lúpus continua incompreendido, mas temos progressos'', disse a cantora.

O Lúpus é uma doença autoimune que pode danificar qualquer parte do corpo e afeta cerca de 1,5 milhão de norte-americanos, de acordo com a Lupus Foundation of America.

LADY GAGA

No American  Music  Awards 2016, a cantora Selena Gomez fez um discurso emocionante ao comentar sobre sua doença. "Esse palco foi a primeira vez que eu fui completamente honesta com vocês", disse se referindo ao episódio em que contou sobre sua doença.

"Tive que parar, porque eu tinha tudo, mas estava completamente arrasada por dentro. E eu aguentei isso o suficiente para não decepcioná-los, mas aguentei demais e decepcionei a mim mesma."

Lady Gaga, que também sofre de lúpus, ficou comovida com as palavras da colega. Ao final da premiação, ela procurou Selena para uma selfie com a "garota que tem um grande coração e o compartilha com o mundo".

LÚPUS

Lúpus é uma doença que afeta diversos órgãos do corpo humano. Ocorre quando anticorpos dos pacientes produzidos pelas células conhecidas como B do sangue periférico e dos tecidos passam a atacar o seu próprio organismo, caracterizando o que se conhece como doença autoimune.

De acordo com Morton Scheinberg, 68, doutor pela Universidade Boston e professor livre docente da USP, trata-se de uma doença que acomete principalmente mulheres jovens no período mais produtivo da vida. As manifestações clínicas são variadas, dificultando o diagnóstico em certas circunstâncias.

Os sintomas mais frequentes são dores nas articulações, febre, inchaço por todo o corpo (devido ao acometimento do rim) e queda dos glóbulos brancos e às vezes das plaquetas, que fazem parte dos mecanismos de coagulação.

Podem também aparecer manchas no rosto conhecidas como "asa de borboleta"-se agravam com a exposição ao sol. 

O tratamento do lúpus varia conforme a gravidade das manifestações clínicas. Nos casos mais severos, utiliza-se anti-inflamatórios hormonais (cortisona) e drogas conhecidas como imunessupressoras (controlam a excessiva produção de autoanticorpos).

Leia mais sobre:

Contato com a redação:
(62) 9 9820-8895

BUSCA