O Sindicato dos Hospitais e Estabelecimentos de Serviços de Saúde no Estado de Goiás (Sindhoesg) vai ministrar nesta quinta-feira, 24, uma palestra sobre notificação compulsória de doenças. O objetivo é orientar os profissionais dos hospitais filiados sobre a necessidade e a importância das notificações, que contribuem, por exemplo, para o controle epidemiológico de doenças. 
 
Serviços de saúde públicos e privados de todo o País são obrigados a notificar a autoridades de saúde uma série de doenças, agravos e eventos, elencados pelo Ministério da Saúde na Portaria número 204, datada de 17 de fevereiro de 2016. Para orientar os estabelecimentos filiados sobre essa notificação compulsória de doenças, agravos e eventos de saúde pública, o Sindicato dos Hospitais e Estabelecimentos de Serviços de Saúde no Estado de Goiás (Sindhoesg) vai promover uma palestra de capacitação no dia 24 de agosto, das 8 às 12 horas.
 
A palestra, que faz parte do calendário de trabalho do Grupo de Estudos da Norma Regulamentadora número 32 (NR-32) do Sindhoesg, será ministrada na sede do Sindicato - 24, nº 202, Setor Central (em frente à Delegacia da Mulher) - e é voltada para médicos e enfermeiros das Comissões de Controle de Infecção Hospitalar (CCIHs) dos hospitais e demais estabelecimentos filiados.
 
O assunto será abordado pela enfermeira, doutora em medicina tropical, Laura Branquinho do Nascimento, e pela enfermeira, especialista em epidemiologia e saúde pública, Gediselma Madalena Borges Lima, ambas da Secretaria Municipal de Saúde de Goiânia. Elas vão abordar aspectos, como a importância da notificação compulsória, prazos, a legislação vigente e como fazer essa notificação.

Contato com a redação:
(62) 99625-9856

BUSCA