Michel Temer (PMDB). (Foto: Agência Brasil)
temer ebc 2
Em Lisboa para o funeral do ex-presidente português Mário Soares, Michel Temer se reuniu na manhã desta terça-feira (10) com o chefe de Estado português, Marcelo Rebelo de Sousa, no Palácio de Belém, sede da Presidência portuguesa.

Em declaração após o encontro, Temer destacou que Mário Soares "intensificou enormemente" as relações entre Portugal e Brasil durante seu período à frente do país europeu.

"Ao trazer as condolências do povo brasileiro, esse nosso gesto serve mais uma vez para reforçar a ligação entre Brasil e Portugal enaltecida ao longo do tempo pela figura exponencial, mais do que portuguesa, internacional, do grande português Mário Soares".

Além disso, Temer reforçou a amizade entre Soares e os ex-presidentes José Sarney, que o acompanhou no encontro, e Fernando Henrique Cardoso. Ele não mencionou, porém, a conhecida proximidade entre o socialista Mário Soares e Luiz Inácio Lula da Silva.

"Acompanha-me o presidente José Sarney, que tornou-se seu grande amigo. Também trago as condolências do presidente Fernando Henrique, com quem chegou até a publicar um livro, os diálogos entre Mario Soares e Fernando Henrique Cardoso", disse.

Temer não falou com a imprensa e seguiu direto para o Mosteiro dos Jerónimos, vizinho à sede da Presidência, onde participará da cerimônia fúnebre que marca o encerramento do velório do estadista português.

O ministro do STF (Supremo Tribunal Federal) Gilmar Mendes, que também fez parte da comitiva brasileira que veio a Lisboa, não participou do encontro bilateral.

Folhapress

Leia mais:

Contato com a redação:
(62) 9 9820-8895

BUSCA